Estação de tratamento de esgoto (ETE): entenda como funciona

Segmentos
Tipos de produtos
Tipos de limpeza
Linhas
Tipos de produtos
Tipos de limpeza
Linhas


Por Francisco Tovo

Ao acionar uma descarga ou despejar a sujeira pelo ralo, um complexo processo é iniciado. Esse processo é o tratamento de esgoto, que garante a remoção da sujeira e dos resíduos – principalmente orgânicos e com alto potencial de contaminação. O tratamento de esgoto, que é feito nas estações conhecidas como ETEs, é fundamental para garantir a saúde do meio ambiente e, consequentemente, das pessoas que vivem nele.

Imagine a seguinte cena: você está se banhando no mar em uma bela praia quando, de repente, uma enorme mancha escura se forma sobre as ondas e começa a deixar a água com aspecto sujo e com cheiro insuportável. Pode parecer uma cena de filme de terror ou de um documentário sobre uma tragédia ambiental, mas infelizmente é parte da realidade de uma parcela significativa da população. Apenas 46% dos esgotos do país são tratados e a maior parte dos esgotos não tratados acaba sendo despejada em corpos-d’água como praias e lagos.  

Deixando os números de lado e voltando para a cena imaginada, essa situação ocorre com frequência em algumas cidades litorâneas do Brasil, já que esses locais, além de não possuírem uma ETE, optam por despejar seus esgotos diretamente no mar, contaminando as praias e causando impactos ambientais incalculáveis. Se essas mesmas cidades possuíssem uma estação de tratamento de esgoto, a situação seria completamente diferente.  Os benefícios de uma ETE incluem desde a economia com gastos em saúde até a atração de investimentos em turismo, afinal, turistas gostam de frequentar praias limpas. Mesmo assim, não é incomum encontrar municípios que ignoram completamente essa lógica e evitam investir em saneamento básico.

Mas, voltando às ETEs, como é perceptível, o esgoto é algo de difícil manuseio, o que exige uma série de processos que fazem parte do complexo sistema das estações. Basicamente, são várias etapas que devem ser constantemente monitoradas. Confira:


1. Gradeamento: o esgoto chega às estações repleto de resíduos sólidos e alguns são bem grandes. Para retê-los, existem grades que fazem a primeira filtragem. Por incrível que pareça, há casos de eletrodomésticos chegarem boiando pelas estações, o que justifica essa ser a etapa inicial.

2. Desarenação: como o nome indica, é a etapa que separa a areia da água. A areia se deposita no fundo do tanque, o que facilita a separação.

3. Decantador primário: nesse momento, o esgoto é inserido em tanques, que misturam o material orgânico sólido, transformando-o em lodo para depositar no fundo.

4. Peneira rotativa: o esgoto passa por uma peneira, que faz mais uma filtragem e separa o material líquido do sólido, que é segregado.

5. Tanque de aeração: nesse tanque, a matéria orgânica é convertida em gás carbônico por um processo químico que envolve etapas bem oxigenadas.

6. Decantador secundário: novamente, o esgoto é colocado em tanques para separar os resíduos sólidos.

7. Adensamento do lodo: o lodo que foi formado com a matéria orgânica anteriormente e foi adensando é filtrado mais uma vez para reduzir o volume de água.

8. Digestão anaeróbica: agora é chegada a hora de o lodo passar um processo químico que elimina bactérias e gases. Esse processo ocorre sem oxigenação. Depois dele, o lodo já serve como adubo, o que é inevitavelmente um destino sustentável para o esgoto.

9. Condicionamento químico: o lodo passa por mais um processo de coagulação e desidratação e segue para mais uma filtragem através de placas. Depois, vai para um secador térmico, que o submete à evaporação do seu líquido. Se essas últimas etapas forem feitas, a água residual desse processo pode ser reutilizada para algumas finalidades, como irrigação, mas poucas estações de tratamento de esgoto fazem todos os procedimentos. Existem variações que podem reduzir ou acrescentar o processo.




Formulário de Contato

fale conosco

Cadastre-se

Receba nossas novidades por email.

Biblioteca


Sobre a Alkon

A Alkon é uma indústria química focada em soluções para empresas através do desenvolvimento de produtos para limpeza industrial e comercial.

A aliança entre a eficiência e a sustentabilidade nos torna uma empresa com foco em excelência, desde o atendimento inicial aos clientes, até a entrega final de produtos como desengraxantes, descarbonizantes, sanitizantes, lubrificantes, solventes e muitos outros.

Parceiros de negócios

Anglo Gold Ashanti
Av. Wilson Tavares Ribeiro, 465. Chácaras Santa Terezinha. Contagem - Minas Gerais | cep 32183-680