Soluções sustentáveis na mineração

Conheça cinco soluções sustentáveis na mineração que podem determinar o futuro da atividade trazendo mais segurança, menos impacto ambiental e uma produção mais eficiente, econômica e ecologicamente correta
Segmentos
Tipos de produtos
Tipos de limpeza
Linhas
Tipos de produtos
Tipos de limpeza
Linhas


Conheça cinco soluções sustentáveis na mineração que podem determinar o futuro da atividade trazendo mais segurança, menos impacto ambiental e uma produção mais eficiente, econômica e ecologicamente correta

1. Aproveitamento de rejeitos do minério de ferro

A sobra do material do processo de mineração do ferro é conhecida como rejeito e, ao contrário de especulações que se espalham, especialistas no assunto garantem que não é um produto tóxico ou corrosivo. Basicamente, o rejeito é composto de areia, água e minério de ferro. No entanto, cabe ressaltar que seu acúmulo descontrolado pode causar diversos acidentes graves durante o rompimento de uma barragem de rejeitos.

Uma das soluções ecológicas para evitar o problema é o reaproveitamento desse material, que pode inclusive se tornar viável economicamente como uma fonte de renda extra para as mineradoras caso exista interesse em investir na solução. Com esse tipo de rejeito, é possível produzir sais férricos, artefatos de cerâmica, blocos pré-moldados, tijolos para construção, ladrilhos e até mesmo pigmentos para tintas.

A solução já foi pesquisada por diversas instituições, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e já foi testada para o calçamento do bairro Porto Grande, em Guarapari, no Espírito Santo. Durante a obra, foi utilizada uma parte dos blocos feitos com rejeito arenoso da mineração de ferro. O impacto desse tipo de solução alternativa poderia representar, se não a extinção das barragens de rejeitos, uma diminuição representativa delas.

2. Água salgada no lugar de água doce

A água doce representa, aproximadamente, 2,5% da água existente no planeta. Isso significa que, se comparada à água salinizada, a doce é bastante escassa. O grande problema desse fato é que, para nosso dia a dia, incluídas nossas necessidades biológicas, como hidratação, e necessidades básicas, como produção de alimentos, precisamos prioritariamente da água doce. Nesse sentido, é urgente priorizar o uso racional da água dessalinizada. No norte do Chile, a Mina Esperanza tem utilizado água salgada proveniente de dutos que a trazem diretamente do litoral em suas operações, diminuindo drasticamente o impacto sobre os recursos hídricos. A solução resolve dois problemas locais: a falta de água potável e o seu desperdício.

3. Reciclagem da água

Ainda em fase de estudos, o projeto europeu Integrated mineral technologies for more sustainable raw material supply (tecnologias minerais integradas para fornecimento de matéria-prima mais sustentável, em tradução livre) promete um reaproveitamento de quase 100% da água utilizada na mineração, reduzindo os impactos ambientais da atividade e seus custos econômicos. Na prática, serão adotados processos eficientes que valorizam os rejeitos das minas com jateamento e carregamento precisos, diminuindo a diluição de rochas e as perdas dos minérios no processo. Além de reduzir o consumo enérgico e o consumo hídrico, diminui o uso de produtos químicos e aumenta a produtividade da atividade. 

4. Uso de energia sustentável

A atividade mineradora tem um alto impacto energético. Seu maquinário consome muito combustível fóssil, emitindo grandes quantidades de CO2 na atmosfera. Em tempos de discussões sobre mudanças climáticas e taxas de emissões de poluentes, reduzir esse consumo é um desafio que pode trazer benefícios econômicos, políticos e de imagem para as empresas.

Uma das apostas para o futuro da mineração é o uso de energia sustentável em seus processos. Isso inclui desde os veículos movidos a energia elétrica, baseada em baterias de lítio e cobalto, até o maquinário sendo alimentado por fontes de energias limpas, como energia eólica e fotovoltaica. Essas soluções parecem distantes, mas não são. Já existem empresas que as comercializam, como no caso da Total Mining Solutions, que implanta sistemas híbridos de energia solar e a diesel.

5. Mineração a seco

Mais caro, porém muito mais seguro e sustentável, o processamento de minério a seco é uma alternativa a ser levada em consideração. A técnica não gera rejeitos, logo, não existe a necessidade da construção de barragens.

O processo é utilizado principalmente em minas no Pará e funciona com o sistema TruckLess. Resumidamente, o minério é, ao mesmo tempo, extraído e processado por britadores móveis. Na sequência, é transportado para empilhamento e processamento, onde é beneficiado com a própria umidade. Depois, vai para estocagem e distribuição. Em teoria, o processo elimina o uso externo da água e a necessidade da presença das barragens. Talvez essa solução seja uma das mais eficientes, principalmente se combinada com outras, como o uso de energia limpa e sustentável.




Formulário de Contato

fale conosco

Cadastre-se

Receba nossas novidades por email.

Biblioteca


Sobre a Alkon

A Alkon é uma indústria química focada em soluções para empresas através do desenvolvimento de produtos para limpeza industrial e comercial.

A aliança entre a eficiência e a sustentabilidade nos torna uma empresa com foco em excelência, desde o atendimento inicial aos clientes, até a entrega final de produtos como desengraxantes, descarbonizantes, sanitizantes, lubrificantes, solventes e muitos outros.

Parceiros de negócios

Anglo Gold Ashanti
Av. Wilson Tavares Ribeiro, 465. Chácaras Santa Terezinha. Contagem - Minas Gerais | cep 32183-680